0 itens
MEU CARRINHO (0)
subtotal

R$ 0,00

ir para o carrinho
Dimagnésio malato ou magnésio dimalato é uma combinação de magnésio e ácido málico que auxiliam na absorção do cálcio, na saúde cardiovascular. Retardam o envelhecimento, previnem a osteoporose e favorecem a memória.
Seiva Natural
Model: Cápsulas
Product ID: 135
New In stock
Dimagnésio Malato 400mg

Dimagnésio Malato 400mg

Marca: Seiva Natural Modelo: Cápsulas Referência: 34914

Dimagnésio malato ou magnésio dimalato é uma combinação de magnésio e ácido málico que auxiliam na absorção do cálcio, na saúde cardiovascular. Retardam o envelhecimento, previnem a osteoporose e favorecem a memória.


A Partir de:
R$ 59,90

R$ 56,91 à vista com desconto Boleto - Yapay
Simulador de Frete
- Simulador de Frete
Imagens meramente ilustrativas.

DIMAGNÉSIO MALATO 400mg

 

Dimagnésio malato ou magnésio dimalato é uma combinação entre magnésio e ácido málico que auxiliam na absorção do cálcio, na saúde cardiovascular. Retardam o envelhecimento, previnem a osteoporose e favorecem a memória.

O magnésio tem um papel importante na assimilação de cálcio, enquanto o ácido málico - um ácido de fruta natural - participa da produção de energia - ATP - adenosina trifosfato -. O Dimagnésio malato é composto quelato entre magnésio e ácido málico que apresentam melhor biodisponibilidade e tem menor desconforto gastrointestinal. Auxilia na absorção de cálcio – reduz câimbras e osteoporose, no tratamento de fadiga crônica, fibromialgia, como auxiliar no combate à insônia. Traz benefícios para a memória, sendo complementar no tratamento de Alzheimer e Parkinson. Reduz inflamação nos vasos sanguíneos. Auxiliar no estresse crônico. É anticoagulante e fonte de magnésio indicada para diabéticos, que são deficitários neste mineral. É recomendado como suplementação esportiva por melhorar o desempenho físico e neuronal. Cada dose de 400mg de dimagnésio malato fornece ao organismo 80mg de magnésio.                                                                                                                                                                     

DEFICIÊNCIA DE MAGNÉSIO
A carência de magnésio é um problema frequente na população mundial, 90% da população brasileira tem carência de magnésio. O solo brasileiro é deficitário deste mineral pois não é de origem vulcânica e muitos pacientes têm dosagens de magnésio normais no sangue, mas há carência dentro de suas células e tecidos necessários - 99% do nosso magnésio está dentro das células e por isso dosá-lo no sangue pouco auxilia.

 

INDICAÇÕES

 
  • Suplementação de magnésio;
  • Osteoporose;
  • Estresse;
  • Melhorar a memória;
  • Fadiga crônica;
  • Fibromialgia.

CONTRAINDICAÇÕES

 

Não encontrado relato na literatura pesquisada para as doses recomendadas.

SUGESTÃO DE USO

  Tomar 1 cápsula 3 x ao dia.

REFERÊNCIA

 

1. Literatura do fornecedor 2015.

Dimagnésio Malato 400mg.

Características



Advertências

1. Nunca compre um medicamento sem orientação de um profissional habilitado; 

2. Imagens meramente ilustrativas; 

3. Pessoas com hipersensibilidade às substâncias da fórmula não devem ingerir/utilizar o produto e no caso de aparecimento de alguma hipersensibilidade, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico;

5. Não use o produto com o prazo de validade vencido;

6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC), proteger da luz, do calor e da umidade;

7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças; 

8. Siga corretamente o modo de usar;

9. Este produto não deve ser utilizado durante a gravidez e amamentação, exceto sob orientação médica;

10. Informe seu médico se ocorrer gravidez ou se iniciar amamentação durante o uso desde produto;

11. Este produto não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica;

12. Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico e por estudos que comprovam a ação dos mesmos, conforme descrito nas referências bibliográficas. Não garantimos os resultados descritos, estes variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como, o uso correto do produto conforme descrito na posologia;

13. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO";

14. Não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um especialista;

15. Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!