0 itens
MEU CARRINHO (0)
subtotal

R$ 0,00

ir para o carrinho
Tratamento natural para os sintomas da TPM e menopausa, atua sobre os fogachos - calorões - e suor noturno, melhorando a circulação e reduzindo o inchaço nas pernas e a sensação de cansaço.
Seiva Natural
Model: Cápsulas
Product ID: 187
New In stock
Óleo de Prímula 500mg

Óleo de Prímula 500mg

Marca: Seiva Natural Modelo: Cápsulas

Tratamento natural para os sintomas da TPM e menopausa, atua sobre os fogachos - calorões - e suor noturno, melhorando a circulação e reduzindo o inchaço nas pernas e a sensação de cansaço.


A Partir de:
R$ 32,90

R$ 31,26 à vista com desconto Boleto - Yapay
Simulador de Frete
- Simulador de Frete
Imagens meramente ilustrativas.

ÓLEO DE PRÍMULA 500mg

 

O óleo vegetal de Prímula - Oenothera biennis - é extraído das sementes desta plantas e apresenta como substância ativa o ácido graxo essencial gama linolênico - GLA -. Os GLA no organismo controlam o crescimento e regeneração das células, o ciclo menstrual, o estado da pele e a pressão sanguínea. Assim a prímula se configura num excelente suplemento preventivo para mulheres para diversas doenças. É indicada para melhorar a circulação, atenuar os sintomas da TPM e menopausa, tendo ação sobre os fogachos - calorões - e suor noturno. Atua ainda na artrite reumatoide, neuropatia diabética, doenças inflamatórias, dermatite atópica e eczema, doenças cardiovasculares, dislexia e síndrome do olho seco.  

Principais componentes por cápsula: Ácido linoleico 60 a 80%, Ácido gama-linolênico 9 a 15%, Ácido palmítico 5,5 a 8%, Ácido oléico 6 a 18%, Ácido esteárico 1 a 3%. 

INDICAÇÕES

 
  • Melhorar circulação;
  • Atenuar os sintomas da TPM e menopausa;
  • Suplementação preventiva para mulheres;
  • Artrite reumatóide;
  • Doenças inflamatórias.

CONTRA - INDICAÇÕES

  É contraindicada para pacientes com histórico de epilepsia. 

SUGESTÃO DE USO

 

Tomar 1 cápsula 2 x ao dia.

O tratamento mostrou-se efeito a partir do, no mínimo, 3 meses de uso.

REFERÊNCIA

 

1. Índice Terapêutico Fitoterápico: ITF [editor: Luís Carlos Ávila] - 2.ed. - Petrópolis, RJ: EPUB, 2013.

ATENÇÃO!

  Se combinado com outros estimulantes, como o café em excesso, pode causar taquicardia e desconforto.
Pessoas com dificuldades para dormir não devem ingerir as cápsulas à noite.
Óleo de Prímula 500mg
Principais componentes por cápsula: Ácido linoleico 60 a 80%, Ácido gama-linolênico 9 a 15%, Ácido palmítico 5,5 a 8%, Ácido oléico 6 a 18%, Ácido esteárico 1 a 3%.

Características



Advertências

1. Nunca compre um medicamento sem orientação de um profissional habilitado; 

2. Imagens meramente ilustrativas; 

3. Pessoas com hipersensibilidade às substâncias da fórmula não devem ingerir/utilizar o produto e no caso de aparecimento de alguma hipersensibilidade, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico;

5. Não use o produto com o prazo de validade vencido;

6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC), proteger da luz, do calor e da umidade;

7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças; 

8. Siga corretamente o modo de usar;

9. Este produto não deve ser utilizado durante a gravidez e amamentação, exceto sob orientação médica;

10. Informe seu médico se ocorrer gravidez ou se iniciar amamentação durante o uso desde produto;

11. Este produto não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica;

12. Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico e por estudos que comprovam a ação dos mesmos, conforme descrito nas referências bibliográficas. Não garantimos os resultados descritos, estes variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como, o uso correto do produto conforme descrito na posologia;

13. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO";

14. Não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um especialista;

15. Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!